INTERATIVA FM 104,9

14/12/2017 - Redenção (PA) - Justiça mantém prisão de acusados de matar mulheres

Na foto;Francisca e Joanice,

Nesta quarta-feira (13), o juiz Cesar Machado, da Vara Criminal de Redenção, no sul paraense, manteve a prisão dos envolvidos no assassinato Francisca Souza e Joanice Oliveira. Durante a audiência de custódia, o juiz converteu a prisão em flagrante para preventiva, em consideração aos próprios fundamentos da sentença que decretou a prisão.


Apesar de ter confessado que matou Francisca Souza e a vizinha dela, Joanice Oliveira de Jesus, o missionário Ricardo Pereira da Silva mudou a versão apresentada em depoimento à Polícia Civil. Desta vez, o acusado negou a participação dos outros quatro envolvidos: a filha da missionária, Aline, o genro, Jean, Euzirene e Wesley. Segundo o assassino, ele agiu sozinho. Enquanto isso, os outros acusados negaram a participação no duplo homicídio.


De acordo com a Polícia Civil, Ricardo chegou a dar detalhes sobre o envolvimento dele e dos outros quatro acusados. O missionário relatou ter sido contratado pelo genro de Francisca para executá-la sob o pagamento de R$ 5 mil reais. Ainda segundo o acusado, a filha da vítima estava no local do crime. A polícia pretende concluir o inquérito no prazo de dez dias.

Apesar de amamentar uma filha de seis meses, o pedido de prisão domiciliar requerida por Aline não foi atendido. Após a audiência, os acusados retornaram ao presídio regional de Redenção, onde ficarão à disposição da justiça.

Francisca foi encontrada já sem vida em um cômodo da casa, com um saco de cimento na cabeça. Já o corpo de Joanice foi achado no banheiro da residência, com um pedaço de madeira na boca. O crime aconteceu na rua Paulo Quartins Barbosa, Setor Serrinha. (ORM)

. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Hospedado por HostHP